Conflito do Médio Oriente III

"Obter cem vitórias em cem batalhas não é o acme do engenho. O acme do engenho é subjugar o inimigo sem luta." , A Arte da Guerra (c. séc. V a.C.).

Admitida a inevitabilidade da guerra (ver, O Jansenista), questiona-se a inevitabilidade da falta de engenho.

Comentários: 2

Blogger Lâmina D'Água:

E...

Existe alguma guerra justa???

Pode até haver a inevitabilidade da guerra, mas ela somente ocorre pela total falta de justiça e essa, não combina mesmo com a palavra homem = humanidade.
Quanta maldade...

E por fim, ainda tentamos justificar nossas atitudes - ou a falta delas - arrumando desculpas que embaralhem nossa pseudo culpa...

Por fim, não haverá evolução alguma que retire da humanidade, seu lado mais primitivo e esse é o que sempre prevalecerá a despeito da pose e do argumento... Não há discurso que justifique e supere o ato.

Beijinhos,
Cris

segunda-feira, 31 julho, 2006  
Blogger José Pedro:

Ora aí estão alguns assuntos polémicos que talvez dêem origem a novas postagens, nomeadamente, sobre a origem da guerra e sobre o conceito de guerra justa.
Abraço!

terça-feira, 01 agosto, 2006  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑