Carpe diem













... quam minimum credula postero.
Horácio, Odes


Imagens gentilmente cedidas por:


Em memória do meu aluno Tiago Teixeira.
(Ano lectivo 2005-2006)

    Subir ↑