Ciência e tecnologia de ponta em alta


Mesmo com a discordância dos vários reitores portugueses, entre os quais, António Sampaio da Nóvoa, da Universidade de Lisboa, que tem assumido papel preponderante na contestação ao governo, quer em relação ao método adoptado na selecção dos estabelecimentos de ensino superior que celebraram protocolos de cooperação com o Instituto Tecnológico de Massachusets (MIT) e a Universidade de Carnegie Mellon (CMU), quer em relação à distribuição de verbas do OGE que acusam de favorecer a Ciência em detrimento do Ensino Superior, não me parece haver motivo forte para não nos congratularmos com o investimento no desenvolvimento científico que tem sido feito pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Desta vez é esta Cidade de Braga a premiada com a instalação do Laboratório Internacional de Nanotecnologia. Antes mais investimento na investigação científica e menos no Ensino Superior, do que menos, ou nenhum, nos dois...

    Subir ↑