Eu, Mirim


"Os 'mirins' estão aí e deviam ser estimados, mimados e apoiados por um regime que atingiu o grau zero da qualidade, no que aos seus servidores respeita. Afastar os 'mirins' do regime é, creia-me Pacheco Pereira, o dobre de finados da 3ª República." (Combustões, 30 de Março de 2007)
Sim, é verdade. Tenho de admitir que foi para nós, humildes mortais-mirins, que a democracia se fez. Talvez até se dê o caso de termos uma democracia-mirim, mas não é de excluir a hipótese de muita da responsabilidade caber a alguns dos que gostam de se contemplar acima das esferas, como parece acontecer com o próprio Dr. Pacheco Pereira, conforme já antes se viu no célebre "A diferença entre um quiosque e a blogosfera" (Abrupto, 10 de Novembro de 2006). Um cavalheiro, sem dúvida, mas invariável e excessivamente "politicamente correcto".

    Subir ↑