Gente-mirim

"O tratamento cruel, mesquinho, machista que alguns blogues, tidos como sendo de "direita", dão a Odete Santos deve envergonhar qualquer pessoa bem formada, independentemente de se concordar ou não com as suas ideias. Este é um dos exemplos de como o engraçadismo que passa por humor na blogosfera, onde há muitos Gatos Fedorentos-mirins, como analistas-mirins, críticos-mirins, escritores-mirins e acima de tudo muitas pessoas-mirins, não passa de uma miséria do pensar e de um defeito do carácter. Odete Santos é uma excelente deputada, trabalhadora quanto baste, advogada temível, conhecedora das suas matérias, que já vi desfazer com a maior facilidade alguns meninos (e meninas) que pensam que por serem mais elegantes e bonitos do que ela lhe são superiores. Já a vi , por exemplo, pôr na ordem com grande aisance um dos Gatos Fedorentos, que teve que engolir em directo uma graça demagógica. Mas estes são os tempos em que vivemos, e este protesto não vai mudar nada." (JPP, Abrupto, 28 de Março de 2007)


Eu diria mais: Portugal está cheio de gente-mirim, pessoas que ninguém tem pachorra para aturar, gente que encalhou algures entre os séculos XIX e XX atolados em ideologias que há muito, muito mesmo, provaram a sua perversidade e as suas qualidades de excrementos intelectuais. Esta gente-mirim encontrou na blogosfera uma oportunidade de publicar as suas ideias gastas como fato de morto trasladado enfeitado com berloques, rendinhas, naperons, lacados, bibelots e perfumes baratos a disfarçar o aspecto roído pelas traças e pelos vermes e os fortes odores a bafio, ranço, bolor, lodo e esgoto. Não é que a Dra. Odete Santos não gaste a vida a tentar limpar a seco o que não tem limpeza possível, mas é que, afinal, tudo não passa de uma guerra entre falidas obsoletas lavandarias russas, chinesas, alemãs, italianas e, claro, tinha que ser, portuguesas. Uma guerra que todos se recusam a aceitar que perderam, o que os faz caminhar na vida como zombies. R.I.P.

Comentários: 4

Blogger |3run0:

Em geral a maneira de se lidar com zumbis é um tiro no cérebro; mas no caso de certos atolados este é um alvo deveras diminuto.

Eu perdi a paciência para ficar debatendo idiotas na internet. Não tenho mais saco para aguentar quem mela a cueca ao pensar no movimento de libertação fulano ou na frente popular sicrano só porque estes gritam 'Morte a America/Israel/[insira o seu vilão favorito aqui]' enquanto empilham os corpos de suas vítimas.

De qualquer maneira, este tipo de gente costuma ser impermeável a fatos ou lógica. O seu pensamento politico é fundamentalmente místico i.e., acham que o mundo visível é uma ilusão, e que só os iluminados pela Verdade são capazes de ver a Realidade subjacente.

sexta-feira, 30 março, 2007  
Blogger |3run0:

err.. Acho que aqui eu deveria dizer 'facto', e não 'fato'. Em Portugal podem existir fatos impermeáveis, mas provavelmente não há pessoas impermeáveis à fatos ;-).

sexta-feira, 30 março, 2007  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba:

Teu texto me fez lembrar Augusto dos Anjos...

Beijo,
Cris

domingo, 15 abril, 2007  
Blogger José Pedro:

Pronto! Tinha que me fazer sentir ignorante, Cristina! :D
Já tomei nota e logo que tenha um tempo vou tentar conhecer esse poeta (isso eu já vi que era).
P.s.: Ao menos espero que a Cristina goste da escrita dele...

domingo, 15 abril, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑