Reinserção pela Arte


A notícia de que o Governo vai alargar o programa Reinserção pela Arte dirigido aos jovens delinquentes pôs-me a imaginar uma feliz multidão de jovens artistas com os seus inevitáveis pincel colorido de óleos vários, bata cinzenta manchada com tintas e bóina preta muito coçada, saindo em parada pelas Portas de Benfica e entusiasmou-me a tal ponto que não resisto a dar uma humilde contribuição para o bom sucesso do programa, desejando que os famosos urinol de louça e L.H.O.O.Q. de Marcel Duchamp possam ser inspiradores.



Deixo-lhes ainda, àqueles que preferirem enveredar pelas Belas Letras, a receita de Tristan Tzara para um poema dadaísta:

Pegue um jornal.
Pegue a tesoura.
Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema.
Recorte o artigo.
Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco.
Agite suavemente.
Tire em seguida cada pedaço um após o outro.
Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco.
O poema se parecerá com você.
E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público.

Comentários: 2

Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba:

Teu humor é precioso, tanto quanto o é, teu talento e espaço!!!

estou com meu tempo bem reduzidinho, mas não me esqueço de passar aqui, sempre que posso...

És um ótimo professor e gosto de aprender contigo!!!
Um belo domingo pra ti!!!

Beijo,
Cris

domingo, 15 abril, 2007  
Blogger José Pedro:

Olá e obrigado, Cris! Uma boa semana para si também!

domingo, 15 abril, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑