Fase Bravo de combate a incêndios









A "Fase Bravo", de combate aos incêndios florestais, rurais e agrícolas, inicia-se hoje com mais meios relativamente a igual período de 2006. (SIC Online)
Depois das refrescantes postagens anteriores, agora que se anuncia um Verão escaldante, largando as bóias (obrigado, Isabel!), mas não os escafandros, em gesto verdadeiramente altruísta e dando um contributo decisivo para a preservação das nossas florestas e matos, não esquecendo os fogos no interior das minas, Idolátrica apresenta os mais recentes e inovadores equipamentos de combate a incêndios de 1904. Esta invenção do dr. Guglielminetti-Draeger baseia-se no emprego de oxigénio comprimido, o que constitui um avanço notável sobre o anterior sistema da autoria do engenheiro militar francês, sr. Vanginot, que empregava ar comprimido e que sobrecarregava o utilizador com uma enorme quantidade de inútil azoto (cerca de 79% do ar). (Gazeta das Aldeias, Segundo Semestre, 1904).

Comentários: 3

Blogger Combustões:

Puxa, parece coisa da Guerra dos Mundos !

quarta-feira, 16 maio, 2007  
Blogger Spicka:

Devia ser muito prático...

sexta-feira, 18 maio, 2007  
Blogger José Pedro Ribeiro:

Parecendo que não, era muito prático em relação ao anterior sistema que obrigava o bombeiro a estar ligado ao exterior por um tubo para respirar que lhe tolhia os movimentos e o obrigava a ter imensos cuidados para que o tubo não ardesse.

sexta-feira, 18 maio, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑