Tan cerca...



Igualzinho a Portugal: Há dois dias atrás, nuestros hermanos elegeram El Rei Juan Carlos I, El Español de la Historia. Em segundo lugar ficou Cervantes, o equivalente espanhol ao nosso Camões (em quem eu votei), em terceiro, Colombo, que é para o país vizinho o que Gama e Cabral são para nós. Em quarto, a Rainha Sofia. Ainda no top ten, o Príncipe Filipe, uma santa, dois ex-governantes do regime democrático, um artista (Picasso, claro) e um cientista. A semelhança torna-se ainda mais evidente, se repararmos que o Generalíssimo Franco ficou à frente da artista Lola Flores e do ciclista Miguel Indurain. Conseguiu o 23.º posto na votação!

Via Egosfera
EL PAIS.com


El Toro Español


...y tan lejos.

Comentários: 2

Blogger egosfera:

Uma coisa que deve também comparar-se é o número de personalidades vivas em cada um dos concursos. No top ten português é só mortos; corrijam-me se estiver errado, é que não estou bem ao corrente dessa iniciativa porque estive fora, e quando cheguei não lhe dei muita atenção. Não votei em ninguém, até nas eleições raramente voto.

sexta-feira, 25 maio, 2007  
Blogger José Pedro Ribeiro:

Uns que por obras valorosas da lei da morte se libertaram, outros que quando se libertaram da lei da vida já era tarde.

sexta-feira, 25 maio, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑