"Os Olímpicos estão a chegar e nós não nos queremos desgraçar"



"Dezenas de milhares de repórteres virão à China fazer a cobertura dos Jogos do próximo ano, O que significa que tanto os aspectos positivos como os negativos da China serão ampliados. Uma vez criada uma má impressão, esta será para durar", afirmou Zhai Weihua, director do Comité de Direcção da Civilização Espiritual (SCSC) do Partido Comunista Chinês.
O PCC não brinca em serviço: polícias presos por espancarem estudantes, mais rigor na aplicação da pena de morte, são algumas das medidas recentes da política chinesa "para inglês ver" em uso pelo menos até à realização dos Jogos Olímpicos 2008.
Entretanto, o site da Amnistia Internacional, censurado na China (segundo diz Maria João Belchior, costuma bloquear 30 segundos após o acesso), revela: "A China continua a ser o país que leva a cabo mais execuções. A Amnistia Internacional registou mais de 1000 execuções na China só em 2006. Os números sobre a pena de morte são segredo de estado na China e é de crer que o número real esteja muito próximo das 8000 pessoas."

Via China em Reportagem

Comentários: 4

Blogger egosfera:

Onde é que li que os presos condenados à prisão perpétua (foi num país ocidental, europeu quase de certeza), entregaram uma petição pela pena de morte? Não estou a defender a China, apenas a interrogar-me sobre qual o maior castigo.

segunda-feira, 11 junho, 2007  
Blogger José Pedro Ribeiro:

Uma vida na prisão pode, de facto, não ser preferível a uma "libertadora" morte. Na questão da pena de morte surgem vários problemas. Um, é o facto de não ser possível a um Estado afirmar a Vida como um direito fundamental ou o mais elevado valor social, se ele próprio, o Estado, não a respeitar. Outro, é a questão colocada pela falibilidade da justiça: se os tribunais errarem e condenarem um inocente à morte, não há hipóteses de minimizarem o erro. Já tem acontecido e até com bastante frequência.

segunda-feira, 11 junho, 2007  
Blogger egosfera:

De acordo.
Eu sou, ainda que não em absoluto, contra a pena de morte. Imagino que um inocente condenado à perpétua seja dos primeiros a ver na morte a única saída.
Aos portugueses, brandos de costume, não se coloca o dilema.
(Salutares diálogos, estes!)

terça-feira, 12 junho, 2007  
Blogger egosfera:

Coincidência fazer hoje anos que foi executado o responsável pelo atentado de Oklahoma, 168 vitimas! Um dos casos que ilustra as minhas reservas quanto à oposição absoluta à pena de morte.

terça-feira, 12 junho, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑