Birmânia: blogues bloqueados

Comentários: 3

Blogger Joshua:

Paradoxalmente, é bom sinal: é o estertor do regime e de alguma maneira me faz lembrar quem no mundo dito 'Livre' não estaria tentado a tal medida... Os blogues, os telemóveis, as imagens, a Verdade, tudo isto é realmente incómodo para quem julga poder represar a força das coisas.

Espero que a China vislumbre o que a espera e já fermentou em Tiananmen. Nada poderá conter este Vulcão e todas as mortes pontuais acentuarão o ridículo dos despotas.

Há vontade de sorrir sempre que uma Tirania colapsa.

sexta-feira, 28 setembro, 2007  
Blogger Pedro Ribeiro:

Para minha infelicidade, não consigo ser assim tão optimista. Deus o ouça, Joshua, porque a minha fé nos homens, e não só, está no nível zero.

sexta-feira, 28 setembro, 2007  
Blogger |3run0:

Eu gostaria de concordar com vc, Joshua, mas infelizmente concordo com o Pedro. E, assim como ele, eu queria muito estar errado.

Os governos da Birmânia e da China por sua vez concordam em considerar manifestantes não-violentos como excelentes lubrificantes para esteiras de tanque. A Russia obviamente também concorda, daí o recente veto duplo no conselho de segurança da ONU à uma resolução condenando os milicos birmanenses.

Por outro lado, as olimpíadas de Pequim08 são um ponto de pressão que tem chances de funcionar, pois o governo chinês considera um evento livre de 'problemas' uma prioridade (é o seu 'baile de debutante' como grande potência, por assim dizer). Boicotes de atletas e protestos ruidosos em eventos olímpicos podem talvez mudar um pouco as atitudes de Pequim perante um estado-cliente de importância para lá de secundária.

Mas vamos ver o que acontece. Anteontem apareceram indícios de que alguns militares em Rangoon se recusaram a cumprir ordens de reprimir os protestos.

sábado, 29 setembro, 2007  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑