República-mealheiro


República-mealheiro. Princípios do século XX

República-mealheiro em cerâmica. Kitch popular dos princípios do século XX.

"A corrupção em Portugal é alarmante e retrocede o País. Desde o singelo lugar interiorizado à cosmopolita e centralista urbe, a corrupção faz aquilo que lhe compete: atrasa o desenvolvimento minando e corrompendo as instituições, cidadãos promotores e com responsabilidade, enriquecendo e maculando poucos em detrimento de muitos." In, Remisso.

A corrupção hoje em dia é de tal grandeza que reduz a que existia, principalmente na 2.ª metade da vigência do Estado Novo, a uma brincadeira de crianças. E, no entanto, esse fenómeno era um dos nossos principais cavalos de batalha contra o Salazarismo. Adivinhe-se contra o que é que galopa o cavalo, ao fim de quase um século de experiência de República.

Comentários: 2

Blogger Nuno Castelo-Branco:

É que a nobreza desta república não se contenta apenas com os prémios do 10 de Junho. A sua última invenção, chama-se Mobilidade e as notícias deste fim de semana não necessitam de qualquer comentário.
Uma sugestão: proponham à comissão do centenário da dita cuja que encomende umas centenas de milhar de mealheiros réplicas do busto da fotografia. Em plástico e encomendados na China, poderão substituir o galo de Barcelos.

sábado, 05 abril, 2008  
Blogger Pedro Leite Ribeiro:

Já vimos bandeiras (da república) com, no lugar dos castelos, pagodes... Nada nos pode admirar.

domingo, 06 abril, 2008  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑