Saberes de sempre

Quantos ha na nossa Aldea
Leões e Lobos fingidos,
Que hoverão de andar despidos,
Senão fôra a pelle alheia.



In, Viamos e não veremos - alegoria moral, acompanhada de outras diversas maximas relativas a nossa liberdade constitucional, Lisboa, Impressão Régia, 1820. Autor (es) Anónimo (s). Disponível em Project Gutenberg.

    Subir ↑