Nuclear talvez, obrigado!


Positivamente surpreendido com a posição flexível do comunista bracarense Agostinho Lopes em relação à questão da energia nuclear. Ao contrário dos cristalizados verdes e bebés, mostrou-se disponível para o debate construtivo. Já as opiniões da direita conservadora, absolutamente a favor, e da esquerda que se diz progressista, irreflectidamente contra, em nada me surpreenderam. Afinal, as posições que sempre tomam são apenas a de uma contra a outra mas nunca, a não ser por acaso, a favor de todos nós.
Quanto a mim, só me ocorre pensar que mais vale nuclear que energia nenhuma.

Comentários: 9

Blogger Charles:

Caro Pedro, pode divulgar sim, muito obrigado e um abraço.

sábado, 19 julho, 2008  
Blogger Cláudio Rodrigues:

Eu, embora vintage, acho que já passou a altura nuclear... Se não foi na altura, hoje será mais erro! Desde que haja vontade, há mais e melhores energias, mais saudáveis, com custos mais reais. Mas talvez seja uma posição de left, sinto-me assim...

sábado, 19 julho, 2008  
Blogger Pedro Leite Ribeiro:

Cláudio: a ideia que queria dar é que as questões da energia não são da direita nem da esquerda nem de ninguém especial a não ser de nós todos. O que se vê por aí é o contrário: a direita diz sim ao nuclear, a esquerda não e nem sequer param um bocadinho para pensar. Daí ter ficado surpreso com a posição do Agostinho Lopes.
Em relação a esta matéria, a minha posição pessoal é a que afirmei na postagem, o que é o mesmo que dizer que considero esta energia uma das últimas opções. É que o fundo do mar é demasiado precioso para se estragar com lixo radioactivo.

sábado, 19 julho, 2008  
Blogger Pedro Leite Ribeiro:

Charles: deixei um agradecimento no seu blogue.

sábado, 19 julho, 2008  
Anonymous Eduardo Jorge Madureira:

Aqui fica o primeiro parágrafo de uma notícia hoje divulgada pelo diário Le Figaro:

Les autorités nucléaires françaises commençaient à peine à retomber sur leurs pieds après la fuite d'effluents d'uranium intervenue dans l'usine de retraitement de Socatri sur le site du Tricastin (Vaucluse) qu'un nouvel incident, cette fois-ci dans l'usine franco-belge FBFC à Romans-sur-Isère (Drôme), a fait ressurgir vendredi interrogations et colère.

sábado, 19 julho, 2008  
Anonymous Eduardo Jorge Madureira:

O resto pode ser lido em http://www.lefigaro.fr/sciences/2008/07/19/01008-20080719ARTFIG00218-nucleaire-borloo-va-renforcer-les-controles-.php

sábado, 19 julho, 2008  
Blogger Pedro Leite Ribeiro:

Obrigado, Eduardo Jorge! Creio que há pouco vi qualquer coisa acerca dessa fuga radioactiva nas notícias num canal de televisão. Além da poluição provocada pelos resíduos ainda existe esse risco terrível. De facto, cada vez mais penso o mesmo: a nuclear é uma fonte de energia a ser considerada só mesmo apenas quando não houver mais opções.
Grande abraço.

sábado, 19 julho, 2008  
Blogger AMCD:

Nuclear sim! Mas não no meu quintal.

domingo, 20 julho, 2008  
Blogger Pedro Leite Ribeiro:

E se fosse petróleo?

domingo, 20 julho, 2008  

Enviar um comentário

← Entrada

    Subir ↑